Venda à TV: Mineiro vive incerteza sobre 2020

Passadas quase duas semanas da decisão do Campeonato Mineiro, os clubes do módulo I e a FMF ainda não têm a garantia da venda dos direitos de transmissão – principal fonte de renda do estadual – para a próxima edição. Conforme as bases fixadas na renovação, a TV tem até dia 21 para apresentar uma posição definitiva sobre a manutenção do contrato, inicialmente válido até 2021, para as duas próximas temporadas.

Conforme o Blog Toque Di Letra apurou, uma cláusula abre a possibilidade de rescisão sem multa no prazo. A incerteza se estende a outras regiões. No fim de 2018, o presidente do Conselho Deliberativo do Athletico/PR, Mário Celso Petraglia, já havia colocado em xeque a venda dos direitos dos estaduais, exceto o Paulista, a partir de 2020. Ainda assim, entre os principais interlocutores mineiros, o tom é de otimismo.

R$ 38,5 milhões nesta edição

Nesta temporada, os clubes do módulo I e a organizadora do Campeonato Mineiro receberam, somados, quase R$ 38,5 milhões pela cessão dos direitos – o acordo, com valor inicial de R$ 36 milhões, prevê reajuste a cada edição. O campeão Cruzeiro e o arquirrival Atlético receberam cerca de R$ 12,7 milhões cada. O América embolsou quase R$ 3 milhões, enquanto cada uma das equipes do interior faturou cerca de R$ 900 mil.

Reportagem de Vinícius Dias do blog Toque Di Letra.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: